02 de Setembro de 2021, 00:13
  -  Crime - Anápolis
Mulher consegue fugir e denuncia que foi agredida e mantida em cárcere privado pelo ex-marido, em Anápolis

Conforme boletim de ocorrências, suspeito a agrediu com vários chutes, murros e tapas. Ela relatou à polícia que ex-companheiro também ameaçou matá-la com golpes de faca e machado.

 

Uma mulher conseguiu fugir e denunciar que foi agredida e mantida em cárcere privado pelo ex-marido em uma chácara de Anápolis, a 55 km de Goiânia. De acordo com boletim de ocorrências, o suspeito trancou a ex-companheira no local e a espancou com vários chutes, murros e tapas. Ela relatou à polícia que também foi ameaçada de morte com golpes de faca e machado.

 

O G1 não conseguiu contato com a defesa do suspeito para que se posicionasse até a última atualização desta reportagem.

 

 


O caso aconteceu no final da tarde de terça-feira (31). Conforme a ocorrência que a TV Anhanguera e o G1 tiveram acesso, a mulher estava saindo do trabalho quando encontrou o ex-marido na porta. Ele a convidou para irem a uma casa que estava construindo desde que estavam juntos. Os dois foram casados há dois anos, mas deste o término, ele tentava reatar o relacionamento.

 

Conforme a denúncia, ela aceitou o convite feito pelo ex, mas, no meio do caminho, ele passou direto do local e começou a agredi-la, ainda dentro do carro. Ao chegarem à chácara, a mulher relatou à polícia que foi trancada, espancada e ameaçada por várias horas.

 

Consta na ocorrência que, em certo momento, a vítima conseguiu fugir do local em uma moto, mas o combustível acabou no meio do caminho e ela pediu socorro em uma casa, onde os moradores acionaram a Polícia Militar.

 

A corporação a buscou e a levou no local onde havia sido agredida, mas o suspeito não estava mais lá. A polícia encontrou e apreendeu o machado e a faca usados para ameaçá-la e uma pistola que estava em cima de uma cama.

 

 

A vítima foi atendida por uma equipe de socorro e, em seguida, levada à Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam). A polícia solicitou um exame de corpo de delito e medidas protetivas a ela. Não consta no boletim de ocorrências como a mulher conseguiu fugir do suspeito.

 

 

 

Imagens

BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO