23 de Agosto de 2020, 19:22
  -  Esporte - Internacional
Bayern leva a melhor contra o PSG e conquista Champions League

Bayern de Munique levou a melhor diante do Paris Saint German (PSG) e venceu por 1×0 a grande final da UEFA Champions League (Liga dos Campeões da Europa). Queridinho de parte da torcida brasileira, Neymar foi apagado durante todo o segundo tempo, jogou pouca bola e não brilhou na final. Foi o sexto título da Champions conquistado pela equipe alemã.

 

 

O jogo foi disputado no Estádio da Luz em Lisboa, na tarde deste domingo (23), sem público a presença de público. A competição será retomada, em sua versão 2020/2021, dentro de um mês.

 

 

Em 11 jogos na Champions, o Bayern venceu os 11 e só não marcou três ou mais gols em duas partidas: a vitória por 2 x 0 sobre o Galatasaray, na 4ª rodada da fase de grupos e na final diante do PSG. São incríveis 43 gols anotados até a decisão, 15 apenas de Robert Lewandowski, artilheiro da atual edição do torneio.

 Primeiro Tempo
O primeiro tempo foi equilibrado, com um jogo envolvente entre as duas equipes, mas com o time alemão tendo maior posse de bola. Aos 12 minutos, bola roubada no campo de ataque do Bayern, de Thiago em Herrera. Coman avança, mas foi cercado e perdeu a posse.

Em seguida, resposta do PSG. Mbappé dá de calcanhar para Bernat, que encontra o francês com cruzamento desviado. O camisa 7 teve o chute travado por Goretzka na área.

Aos 17 minutos, Neymar recebe de Mbappé na área e bate rasteiro de canhota. O goleiro Neuer defende com o pé e, na volta, pega de novo a tentativa de passe para trás de Neymar.

Aos 21 minutos, bom momento do Bayern: a bola chegou mastigada para Lewandowski na área. De costas, o polonês domina, gira o corpo e bate mascado para acertar o poste direito do goleiro Navas.

Aos 31 minutos outra vez o Bayern chegou com Lewandowski. O polonês consegue cabecear no meio de dois e obriga Navas a fazer grande defesa no susto. O primeiro tempo terminou com 38% de posse de bola para o PSG e 62% para o Bayern.

Segundo Tempo
A segunda etapa começou com o Bayern no ataque, com bom toque de bola, pressionando o PSG. Logo aos três minutos, Coman joga com perigo na área, por baixo, e Thiago Silva se vira para cortar para escanteio.

Com uma forte pressão, aos 14 minutos não teve jeito, pintou gol da equipe alemã. Kimmich recebe de Müller no lado direito de ataque, muito perto da área, e cruza com perfeição para a cabeçada de Coman no canto esquerdo de Navas, abrindo o placar em Lisboa.

Após levar o gol, o PSG se lançou ao ataque, mas passou a sofrer com os contragolpes dos alemães. Aos 23 minutos, o brasileiro Phillipe Coutinho entrou no lugar de Gnabry, para controlar a bola.

No restante do tempo, o PSG até tentou, mas não conseguiu empatar. Destaque para boas defesas de Neuer. O jogo ficou amarrado, com diversas faltas, sem criação de lances de perigo.
 
 
 
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO