04 de Janeiro de 2020, 14:44
  -  Meio Ambiente - Pontalina
Represa se rompe em fazenda de Pontalina

Uma represa em uma área particular rompeu-se neste sábado (4), em Pontalina, no centro de Goiás. Imagens obtidas pela TV Anhanguera mostram uma grande quantidade de água passando pela região . Informações G1/goias (imagens video completo )

 

 

Dono de uma chácara, João Batista contou que a água destruiu a propriedade onde ele mora com a mulher. Ele afirmou que o espaço foi tomado por lama.

 

 

“A gente se salvou por sorte. Eu e minha esposa seguramos em uma árvore para não levado pela água. Perdi tudo, 26 porcos, 40 galinhas, cinco cachorros”, contou.

 

 

Vídeos enviados por moradores da cidade mostram casas, ruas e quadras alagadas. Um motorista também registrou uma rodovia alagada na saída de Pontalina. Segundo a comunidade, um temporal cai desde a noite de sexta-feira (3) e têm contribuído para inundar a cidade.

 

 

Área de captação de água submersa

 

A Companhia de Abastecimento de Água de Goiás (Saneago) informou, em nota, que a chuva causou uma "inundação, de cinco metros", da área de captação de água de Pontalina.

 

 

"Motores, quadro de comando e uma série de outros equipamentos submersos. Com isso, o sistema de abastecimento de água foi paralisado", informa a Saneago.

 

 

De acordo com a companhia, técnicos aguardam a diminuição do volume de água "para avaliar a condição de todos os equipamentos e executar os reparos necessários para a normalização do sistema".

 

 

 

Risco de vazar esgoto

 

A companhia afirma também que, como houve o problema com a represa, há transtornos ao sistema de esgoto. "A estação elevatória final de esgoto e poços de visita foram danificados, podendo ocasionar extravasamentos no município", informa a Saneago.

 

 

"Uma força tarefa está monitorando, atentamente, a situação dos sistemas de abastecimento de água e de esgotamento sanitário", garante a companhia.

 

 

A Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad) declarou, em nota, que tomou conhecimento dos fatos na manhã deste sábado e, imediatamente, enviou fiscais para acompanhar os acontecimentos no local.

 

 

"A secretária Andréa Vulcanis, em contato com o comandante-geral do Corpo de Bombeiros, coronel Esmeraldino Jacinto de Lemos, e com representantes da Defesa Civil, já constituiu um gabinete de crise composto pelas três instituições para tomar todas as providências que a situação requer", informa o documento.

 

Segundo a Semad, o Corpo de Bombeiros e a Defesa Civil já estão com equipes a caminho de Pontalina. A par das primeiras avaliações, elas serão devidamente informadas para o conjunto da sociedade.

 

 

 

 

 

Imagens

BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO