11 de Abril de 2018, 21:00
  -  Justiça - Goianésia
Detento é espancado até a morte por companheiros de cela em Goianésia

Jeferson Barbosa da Silva, de 19 anos, morreu na manhã desta quarta-feira,(11/04) após ser espancado em uma cela do presídio de Goianésia onde cumpria pena de 24 anos de prisão por um latrocínio cometido em outubro de 2016, que vitimou a idosa Adélia Oliveira dos Santos Belotti, de 75 anos. Jeferson Barbosa não tinha convívio em nenhuma cela que o colocava.

 

Na manhã de hoje após desentendimento com os demais companheiros de cela, 11 detentos, iniciou-se uma série de agressões contra Jeferson que culminou na sua morte, ele  teria sido segurado pelo pescoço com um fio de energia. Enquanto era enforcado, os demais detentos o espancava, principalmente na região da cabeça. A princípio, a Polícia Civil descarta que o crime tenha sido praticado por causa do latrocínio, a principal hipótese é que tenha sido praticado por desentendimento entre os reeducandos.

 

A Polícia Civil de Goianésia segue nas investigações, ao menos 10 detentos confessaram a autoria do crime e foram levados para a Delegacia de Polícia para serem ouvidos. De acordo com o Registro de Atendimento Integrado - RAI, por volta das 8h25, houve um tumulto na cela 4 da Ala do Seguro, momento em que os agentes prisionais de plantão interviram no local e encontraram a vítima aparentando ter sido vítima de agressão física. Ao final das investigações, caso fique a comprovada participação dos detentos na morte de Jeferson, eles serão indiciados por homicídio doloso. Se condenados podem pegar até 20 anos de prisão cada um.

 

 

Fonte : Jornal Populacional