08 de Fevereiro de 2019, 14:51
  -  Sem Caterogia - Pirenópolis
Familiares procuram por bancário aposentado que desapareceu em Pirenópolis

Familiares e amigos procuram por bancário aposentado que desapareceu na última, quarta-feira (6), em Pirenópolis. Segundo a família, Evaldo Borges Leal, de 57 anos, mora em Brasília e tem depressão e está sem os medicamentos. Evaldo teria chamado a mãe para viajar com ele para Pirenópolis, no interior de Goiás, para tentar se distrair.

A cunhada de Evaldo, Vanessa Gomes, contou que ele e a mãe chegaram na casa da família, localizada na Rua Julio de Aquino, em Pirenópolis, por volta de 08h30. Logo em seguida ele decidiu fazer uma caminhada. Evaldo trocou de roupa, deixou documentos e celular nos bolsos da bermuda anterior, e saiu.

 

“Ele está desnorteado. Ele tem depressão e está sem os remédios dele. Estamos espalhando cartazes, procurando por ele e avisando a todos liguem para a gente caso tenham alguma informação sobre o Evaldo”, declara.

 

Conforme Vanessa, aproximadamente oito parentes participam das buscas. Dentre os pontos já visitados pelos familiares de Evaldo em Pirenópolis estão as regiões das cachoeiras da Arara e do Lobo. Quando Evaldo desapareceu usava camisa polo, de cor verde, bermuda jeans e chinelos.

 

“Nós estamos muito preocupados com ele. Está desaparecido há mais de 48h e deve ter se perdido na mata. Se Deus quiser nós vamos encontrá-lo logo e com vida”, completa Vanessa.

 

Evaldo está sem dinheiro, documentos e celular. Quem tiver mais noticias, pode entrar em contato com o irmão do aposentado, José Ribamar, nos números (61) 9 8219-6354 e (61) 9 8283-1576. (Fonte: Mais Goiás)

BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO