02 de Abril de 2021, 13:06
  -  VACINAÇÃO - Goiás
Goiás recebe 266mil doses de vacina na madrugada de hoje serão usadas na próxima semana

Na madrugada desta sexta-feira (2) Goiás recebeu mais uma remessa, a maior já enviada até o momento, com 266.800 mil doses de vacina contra a Covid-19. Deste total, 241.800 são da CoronaVac e 25 mil da AstraZeneca. O imunizante foi levado para a Central Estadual de Rede de Frio da Secretaria de Estado da Saúde (SES-GO), no Jardim Santo Antônio, em Goiânia, onde será realizada a contagem das doses. O governador Ronaldo Caiado (DEM) e o secretário estadual de Saúde, Ismael Alexandrino, acompanharam a chegada do imunizante.

 

Caiado explicou que todas essas doses, por orientação do Ministério da Saúde (MS), serão destinadas a aplicação da segunda dose dos dois últimos lote aplicados em 100% da CoronaVac e da segunda dose do segundo lote da AstraZeneca aplicada em janeiro.

 

Com a orientação do MS para que essas doses sejam utilizadas na aplicação da segunda dose deste lote não haverá a partilha de 5% para as forças de segurança públicas, que começaram a ser vacinadas nesta semana.

 

O governador informou ainda que há um compromisso para o início da próxima semana da chegada de novos estoques para continuar a vacinação em primeira dose. “Vamos acreditar, a vacina tem dado resultado cada vez menos temos problema com demanda de leitos de uti.”

 

Segundo o governador, essa demanda menor é resultado do período em que as atividades não essenciais e econômicas estiveram suspensas. “Isso está trazendo resultados e o resultado significa vidas que nós estamos salvando neste momento.”

 

Caiado fez um apelo à população neste momento de abertura. “Pedimos que nestes 14 dias de abertura que realmente não exagere, não promova excessos, não promova festas, encontros. Realmente nos auxilie a poder continuar com a tendência de diminuir cada vez mais a contaminação e com isso podermos continuar sem ter necessidade de um novo período de 14 de fechamento.”

 

O democrata também reforçou a necessidade da aplicação da segunda dose. “É fundamental que as pessoas tenham a responsabilidade de irem aos postos de saúde para receber a segunda dose. A primeira promove uma capacidade de produção de anticorpos. A segunda dose é o reforço capas de fazer o organismo suportar o ataque do vírus.

*Com informações Folha de Jaraguá

BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO