24 de Março de 2021, 12:36
  -  Cidades - Nacional
Sem respaldo científico, ex governador de RO defende uso de solda elétrica contra Covid; VÍDEO

Um vídeo do ex-governador Ivo Cassol, de Rondônia, viralizou nas redes sociais nesta terça-feira (23). Na gravação, Cassol aparece usando uma solda elétrica como suposto tratamento para o coronavírus, através da claridade/luz emitida pelo aparelho. Não há comprovação científica sobre o procedimento.

 

o ex-governador explicou que fez a gravação no início da semana, em Rolim de Moura (RO), após saber de um caso semelhante feito em São Francisco do Guaporé (RO).

 

 

 

Segundo ele, as pessoas que se submeteram à exposição de luz de solda teriam tido melhora nos sintomas e até mesmo conseguido a cura.

 

 

 

 

"Na semana passada eu assisti um vídeo que um cidadão lá da BR-429, conhecido como Santos. Ele estava com coronavírus e ele fez solda e, posteriormente, e ele foi fazer o teste e tinha matado o vírus do 'corona'. No dia seguinte ele pegou um funcionário dele, mais a esposa do funcionário, fez a solda também e automaticamente também acabou eliminando o vírus do corona no corpo deles", afirma.

 

 

 

Após assistir ao vídeo, Ivo Cassol diz que decidiu fazer o mesmo procedimento em um borracheiro, que é seu funcionário e havia testado positivo para Covid-19 na semana passada.

 

 

"Deu positivo para Covid na quinta-feira (18) e na sexta-feira (19) ele estava ruim. Fizemos a solda na sexta-feira e no sábado de manhã (20) ele amanheceu como um coco, portanto amanheceu bom sobre o corona", relata o ex-governador.

 

 

 

 

No fim de semana, o ex-governador disse ter visto um amigo chamado Fabrício, que também foi positivado com a doença.

 

 

 

"Eu falei pra ele do vídeo e ele me disse: 'Ivo, vamos fazer a solda'. E aí nós fomos fazer a solda na oficina aqui, no nosso barracão. Ele ontem [segunda-feira] foi lá para fazer a solda para pegar o calor, o reflexo, e estava ruim. Tinha ido dormir 'podre', doente, estava ruim. E hoje terça-feira [o amigo] amanheceu como um coco, como se nada tivesse", afirma Ivo Cassol.

*Com Informações G1

Imagens

BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO