25 de Setembro de 2018, 19:02
  -  Polícia - Jaraguá
Mulher é presa por agredir namorado e policial dentro de delegacia, em Jaraguá

Uma mulher de 31 anos foi presa em Jaraguá, na região central de Goiás, após agredir o marido com uma chave. Quando estava sendo contida por um agente da Polícia Civil, ela resistiu e machucou levemente o policial. Ela foi autuada em flagrante pelos crimes de lesão corporal e resistência.

 

A confusão ocorreu na tarde de segunda-feira (25). De acordo com relato registrado pela Polícia Civil, a vítima, de 47 anos, relatou que vivia com a namorada há cerca de dois meses e que ela era uma pessoa explosiva. Naquele dia, segundo o homem, a mulher não queria que ele saísse de casa, por isso, quebrou um eletrodoméstico, jogou uma pedra no carro dele, quebrando um dos vidros, e o agrediu, deixando marcas de escoriações leves pelo corpo.

 

Segundo o delegado Glênio Ricardo Alves Costa, o homem não quis pedir a prisão da mulher, apenas pediu para deixar o boletim de ocorrência registrado. “Nesses casos, a gente faz o boletim, coloca que ele não quer representar e libera a vítima”, esclareceu

 

Enquanto isso, conforme Glênio, a mulher apareceu na delegacia e ficou esperando o homem sair. Enquanto estava lá, ela chegou a discutir com alguns agentes.

 

“Os dois, aparentemente, estavam tranquilos, nem discussão surgiu. Só que quando ele pegou o BO para ir embora, passou perto dela, e ela, de forma repentina, deu um golpe com a chave da casa na cabeça dele, que o lesionou, sangrou e ele caiu ao chão imediatamente. Nessa hora, questionamos se ele queria representar sobre a lesão e ele disse que sim”, contou.

 

O delegado relatou que, com a resposta positiva por parte do homem, um dos agentes foi prender a mulher, mas ela resistiu.

 

“Foi necessário uso da força moderada para conter e fazer a prisão em flagrante. Um policial civil nosso teve uma lesão leve. Ela foi autuada em flagrante pelo crime de lesão corporal contra o companheiro, crime de dano e resistência e lesão corporal contra o nosso policial civil”, completou.

 

A presa segue detida no presídio da cidade, segundo o delegado. (Fonte: G1 Goiás)

BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO