29 de Julho de 2020, 07:32
  -  Atualização - Goiânia
Mãe e padrasto são autuados por abandono de menino que sumiu ao ir para a casa da avó e foi achado morto, segundos resultados preliminares da necrópsia ele se afogou na lama

O Instituto de Identificação da Polícia Civil de Goiás confirmou, no final da manhã desta terça-feira (28), que o corpo encontrado em uma mata é de Danilo Souza, de 7 anos, que desapareceu há uma semana, ao sair para ir à casa da avó, em Goiânia. Ele foi identificado pelas impressões digitais.

 

 

A Polícia Técnico-Científica já havia constatado sinais de violência nele. Segundo o médico legista Mário Eduardo Cruz, gerente do Instituto Médico Legal (IML) da capital, a criança foi afogada na lama.

 

 

A causa da morte a gente consegue precisar. Durante a necrópsia, nós encontramos presença de lama tanto na cavidade oral como na traqueia. Isso configura a mudança do meio respirável, então, asfixia por afogamento", explicou.

 

De acordo com a perícia, é muito pouco provável que a vítima tenha se afogado sozinha e que tudo indica que alguém segurou a cabeça da criança contra a lama. Os legistas estimam ainda que a criança tenha morrido há alguns dias - entre sete e dez.

 

 

Também de acordo com o gerente do IML, foram identificadas lesões na orelha e no pescoço, que parecem ter sido cometidas após a morte. No entanto, também segundo o legista, os exames mostraram uma lesão que parece ter sido cometida com a criança ainda viva, que poderia indicar abuso sexual.

 Font: G1-GO

 

BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO