28 de Julho de 2020, 11:36
  -  Atualização - Goiânia
Perícia identifica sinais de violência em corpo que pode ser de menino desaparecido em Goiânia

A Polícia Técnico-Científica notou sinais de violência no corpo de uma criança encontrado em uma mata, em Goiânia. A vítima ainda não foi identificada, mas pode ser o garoto Danilo Souza, de 7 anos, que desapareceu há cerca de uma semana ao sair para ir à casa da avó.

 

 

Superintendente adjunto da Polícia Técnico-Científica, Ricardo Matos informou que, apesar dos sinais terem sido encontrados, não pode informar que tipo de lesão foi identificada no corpo para não atrapalhar as investigações.

 

 

“Já detectamos elementos de violência, mas não posso precisá-los. [...]Hoje cedo iniciou-se com prioridade o procedimento, que ainda está em curso, para identificar lesões, tentar datar o dia que a criança morreu, além de identificar se há algum vestígio de crime sexual. É uma investigação minuciosa”, explicou.

 

 

Ainda de acordo com ele, o corpo também não foi identificado ainda. Segundo informações da Polícia Civil, a criança tem um Registro Geral (RG), o que pode facilitar a identificação por impressão digital, caso elas não tenham sido deterioradas, já que o corpo foi encontrado em decomposição.

 

 

De acordo com Matos, se for possível a identificação pela digital, o resultado pode sair ainda nesta terça-feira (28). Caso contrário, será feita tentativa de identificar pela arcada dentária. Se esta também não for possível, aí será coletada amostra de DNA da mãe para comparação.

 

 

A perícia também trabalhou no local em que o corpo for encontrado. “A equipe já atuou no local no sentido de buscar vestígios, pegadas, eventuais instrumentos, manchas nas vestes. Tudo isso para tentar identificar o autor ou os eventuais autores, caso tenha sido mais de uma pessoa”, completou.

 

 

 

Delegada Ana Elisa Gomes, que lidera as investigações pela Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA), mostrou consternação ao saber que o corpo encontrado poderia ser do Danilo, que vem sendo procurado desde o dia que sumiu.

 

 

Por meio de nota, a Polícia Civil informou que “as circunstâncias da morte serão esclarecidas pela Delegacia Estadual de Investigações de Homicídios (DIH). Porém, a DPCA continuará a checar as denúncias e informações recebidas a fim de tentar localizar a criança desaparecida”.

 
 
 
 
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO