29 de Junho de 2018, 13:18
  -  Política - Hidrolândia
Ronaldo Caiado e Wilder Morais recebem apoio da Câmara de Hidrolândia
Cada vez mais em sintonia com a população goiana, lideranças políticas de todos os municípios de Goiás estão se posicionando a favor das pré-candidaturas dos senadores Ronaldo Caiado e Wilder Morais, ambos do Democratas. Nesta quinta-feira (28/06), seis vereadores de Hidrolândia, cidade da Grande Goiânia, anunciaram que eles e outros dois colegas irão apoiar o projeto político de mudança defendido pela frente “Unidos para Mudar Goiás”.
 
Presidente da Câmara da Hidrolândia, Júlio Franklin (PSC), alerta que Goiás está em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI), dada a delicada situação fiscal. 
 
 “Assim como em nossa cidade, precisamos de mudar a trajetória da administração do estado. Temos uma pessoa gabaritada para nos salvar desta situação e ela é Ronaldo Caiado. Estamos articulando uma mudança do bem e acredito que essa iniciativa já esteja refletindo não só no aspecto político, como também na própria sociedade”, acredita Franklin.
 
 
Uma das demandas cobradas pelos vereadores hidrolandenses é a pavimentação de 32 quilômetros da rodovia GO-219, que liga a cidade a Bela Vista de Goiás. Obra começou na década de 90 e jamais foi concluída. 
 
Junto com a comitiva também estavam Jurandir Pereira, que disputou a prefeitura em 2012 e Fernando Nazaré, vice-prefeito no primeiro mandato do atual prefeito. Apesar de não estar presente no encontro de Ronaldo Caiado e Wilder Morais, o vice-prefeito de Hidrolândia, Casimiro Neto, também já tinha declarado apoio aos senadores democratas. 
 
Parceria
 
Ao agradecer o apoio e o carinho dos vereadores de Hidrolândia, Ronaldo Caiado expressou sua satisfação com o movimento.
 
“Vocês estão apoiando uma frente que não tem o poder da máquina do estado, mas que tem ideias e propostas para fazer uma revolução aqui em Goiás. Esse tempo de uso da estrutura administrativa do governo para fins pessoais e de um grupo político decadente está no fim. O povo não aceita mais isso”, frisou
 
Caiado voltou a ressaltar que, caso eleito, os vereadores exercerão influência nas discussões políticas e administrativas envolvendo suas cidades e, também, definirão juntamente com ele os nomes que serão escolhidos visando o pleito eleitoral de 2018. 
 
“Eu reafirmo o que digo constantemente aos vereadores que se reúnem comigo e com o Wilder. São vocês que estão ajudando a divulgar nossos nomes e nossas ideias em suas comunidades. E tenham certeza, eu vou saber retribuir o apoio de vocês neste momento crucial para fazermos um governo que resgata a autoestima e a esperança dos goianos”, completou.
 
Um dos primeiros parlamentares a romper com a base governista para marchar junto com Ronaldo Caiado e Wilder Morais, o deputado estadual Iso Moreira (Democratas) comemora o apoio de praticamente toda a Câmara hidrolandense e outras adesões de lideranças de mais de dez cidades goianas levadas por ele.
 
“Tenho certeza que a população da cidade vai reconhecer a luta destes vereadores em prol de Caiado e do Wilder, pelo trabalho que eles realizaram com emendas que beneficiaram a cidade e darão uma ótima votação a eles e a mim também, como representante da cidade na Assembleia Legislativa”, observou
 
Finanças 
A situação fiscal do estado é motivo de preocupação para Ronaldo Caiado e Wilder Morais, pois o elevado endividamento e os sucessivos déficits mensais podem inviabilizar a máquina pública a ponto de impedir a prestação de serviços básicos indispensáveis aos cidadãos.
 
O alerta foi reforçado por representantes da Associação dos Funcionários do Fisco do Estado de Goiás (Affego) e do Sindicato dos Auditores Fiscais do Estado de Goiás (Sindifisco) que estiveram na manhã desta quinta-feira com Caiado e Wilder em audiência.
 
Segundo eles, a receita corrente mensal mal estaria dando para quitar a folha de pagamento, o que obriga o estado a buscar desesperadamente a antecipação de recursos, de modo a manter em dia os salários dos servidores públicos.
 
“Vamos desarmar essa estrutura criada ao longo dos últimos 20 anos, que quebrou o estado para governar a favor de pequenos grupos em detrimento dos milhões de goianos. É preciso coragem e isso eu tenho”, finalizou.