23 de Maio de 2018, 10:36
  -  Justiça - Jaraguá
Caminhoneiros iniciam protesto na BR-153 em Jaraguá por redução no preço do diese

Os protestos dos caminhoneiros contra ao aumento do diesel chegou, na quarta-feira, 23 de maio, ao 3º dia nas rodovias brasileiras em diversos estados. Em Jaraguá, os caminhoneiros comunicaram a Polícia Rodoviária Federal (PRF), que teve inicio o bloqueio da BR-153, próximo ao trevo norte da cidade, em frente ao Posto Pratão. Onde só serão liberados carros de passeio e ambulâncias.

De acordo com a PRF, não poderá haver interdições totais nas rodovias federais, devido a uma determinação judicial que proíbe que os caminhoneiros fechem totalmente as estradas federais, sob pena de multa de R$ 100 mil por hora.

 

Alta dos combustíveis

 

 

De acordo com o site G1, a última alta diária ocorreu na sexta (18), quando a Petrobras elevou os preços do diesel em 0,80% e os da gasolina em 1,34% nas refinarias. A escalada nos preços acontece em meio à disparada nos preços internacionais do petróleo.

Na terça-feira (22), a Petrobras anunciou que vai reduzir os preços da gasolina em 2,08% e os do diesel em 1,54% nas refinarias a partir desta quarta.

Segundo informou a petroleira, o preço da gasolina nas refinarias cairá de R$ 2,0867 o litro para R$ 2,0433 a partir desta quarta. Já o preço do diesel será reduzido de R$ 2,3716 para R$ 2,3351. Contudo, a Petrobras afirmou que a política de reajuste dos preços não mudará.

Além disso, o ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, anunciou que o governo eliminará a Cide (tributo) que incide sobre o diesel quando o Congresso Nacional aprovar o projeto da reoneração da folha de pagamentos.

O anúncio do ministro foi feito na terça-feira. Se o projeto de reoneração for aprovado, o Legislativo fará, na prática, com que haja aumento nas receitas da União, que, em troca, cortará o tributo incidente sobre o diesel.
As medidas são anunciadas em meio a protestos em todo o país contra o aumento no preço dos combustíveis.