09 de Outubro de 2019, 07:34
  -  Acidentes - Goiânia
Idosa sofre fratura no ombro após ser 'atropelada' por cliente durante anúncio de promoção no Carrefour, em Goiânia

Uma idosa de 79 anos teve uma fratura no ombro ao ser derrubada dentro de um supermercado, em Goiânia, durante o anúncio de uma promoção relâmpago. Após o chamado feito por um locutor, iniciou-se uma correria dentro do local, e a idosa, que estava fazendo compras com uma neta, foi “atropelada” por um cliente.

 

 

A família da aposentada Marlly de Carvalho diz que a rede de supermercados não deu a assistência devida à idosa. Já o Carrefour informou que um brigadista do local prestou todo o atendimento à mulher e chamou a ambulância. Afirmou ainda que está mantendo contato com os parentes para ajudar na recuperação dela.

 

 

O caso aconteceu no domingo (6). No entanto, segundo os parentes da idosa, somente nesta terça-feira (8), dois dias depois do incidente, o supermercado fez contato com a família e apenas por uma mensagem de texto, dizendo que estava à disposição para o que fosse preciso.

 

 

 

"Eu não sei o que é deitar e dormir por duas noites. Passei em claro, com dor, tomando remédio sem parar para a dor. Muita dor", relatou aposentada.

 

 

 

A idosa saía do supermercado quando um funcionário da loja anunciou que iria distribuir vale compras, de graça. Imediatamente, clientes começaram a correr, passaram por cima da aposentada e ela foi jogada no chão.

 

 

"Veio um rapaz muito ligeiro, como muita pressa, me empurrou, e eu caí, bati o ombro no chão", contou a idosa.

 

 

De acordo com os familiares da idosa, os funcionários do supermercado pediram apenas que a aposentada esperasse o socorro chegar, o que levou cerca de meia hora. O Corpo de Bombeiros saiu da unidade direto pra emergência de um hospital especializado no tratamento de fraturas.

 

 

Na consulta para mostrar os exames, aposentada ouviu do médico que vai ficar boa, mas o ombro quebrado vai deixar sequelas, com os movimentos limitados.

 

 

A Comissão de Direito do Consumidor da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) diz que o supermercado tem total responsabilidade pelo que acontece no estabelecimento.

 

 

"O consumidor ao entrar no estabelecimento, quando ele está fazendo compras ou não, o fornecedor, no caso o estabelecimento, é responsável pela segurança daquele consumidor”, disse a presidente da comissão da OAB-GO, Renata Abalém.

 

 

 

Fonte: G1-GO

Imagens

BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO
BANNER PUBLICITÁRIO